Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E de repente, já nos 30...



Quinta-feira, 07.10.10

Tenho-vos a dizer que não lido nada bem com a pressão, mas...

És um fofuxo sapinho, tu e quem passa por aqui para ler as minhas baboseiras .
(Era suposto sermos quatro, mas ultimamente sou só eu... snif...)
 
(Más, vocês são más, vá sintam-se culpadas, querem um chicote para se penintenciarem?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Sayuri às 22:41

Quinta-feira, 07.10.10

Sister, acho que não resulta, mas força aí!

 

Não acho lá muito lógico quando, depois de uma separação, as pessoas passam a fazer coisas que não gostam ou que nunca sentiram falta, só porque sim. Porque têm que fazer coisas diferentes, resumindo, têm de ser interessantes (na sua concepção de interessante).

 

Acho fantástico quando a pessoa se apercebe que se estava a esquecer de si e passa a mimar-se mais e a colocar-se em primeiro lugar, signifique isso emagrecer, ir mais ao cinema, viajar mais, ler mais, dançar mais ou simplesmente dormir até mais tarde. O que quer que seja que a pessoa gosta ou sempre desejou fazer mas não fez porque estava muito ocupada com o relacionamento ou simplesmente acomodada.

 

Mas não entendo que a pessoa se obrigue a fazer coisas que antes nunca teve vontade de fazer, só porque toda a gente faz.

 

Por exemplo, se eu tivesse um relacionamento e filhos não iria muito ao cinema, nem saíria tanto para dançar, se o relacionamento terminasse eu tentaria sair muito para dançar mas continuaria a ir pouco ao cinema porque não sou lá muito fã.

 

Não me faz sentido nenhum fazer coisas que não gosto, but that's just me...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Sayuri às 00:29



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31