Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E de repente, já nos 30...



Segunda-feira, 03.08.09

Saturno - Parte 2

Aproveitando a minha folga, aqui vai a parte dois do meu post sobre a conjunção do Saturno com o nosso Saturno Natal, que ocorre por volta dos 28/29 (sim Joaninha , o pervertido está em cima do teu Saturno ).

 

Ora bem, para começar, a influência deste trânsito é diferente de pessoa para pessoa porque depende das características do Saturno Natal de cada um - a Casa onde se encontra (área da vida), o Signo onde se encontra (características) e os Aspectos que faz com os outros elementos do mapa (dificuldades e facilidades) - e do resto da personalidade de cada um.

 

Não somos, de todo, umas pobres e inocentes vitimas de Saturno, e no fundo ele até é muito nosso amigo (vou ser assassinada depois desta frase ).

 

Ele apresenta-nos, simplesmente, a oportunidade de eliminarmos o que nos é prejudicial e estruturarmos de uma forma mais benéfica a nossa vida e a nossa personalidade - isto é, ele não nos traz problemas, ele apenas coloca um grande holofote sobre problemas que já existiam mas que estavam escondidos debaixo do tapete.

 

O nosso amiguinho Saturno não nos força a mudar, ele apenas lança um bocadinho de álcool para cima das nossas feridas (anestesiadas e a caminho da infecção geral da nossa vida) para que, perante a dor, as curemos.

Mas podemos não o fazer e simplesmente anestesiar mais um pouco as nossas feridas - resultado, entre os 58/60 anos é que vão ser elas e até lá vamos sentindo uma dor crónica suportável que tem uns surtos mais fortes de 7 em 7 anos. Realmente é uma perspectiva agradável.

 

Todos queremos a felicidade, mas todos carregamos características pessoais que boicotam essa felicidade, Saturno tenta mostrar-nos essas características para que as mudemos, não é fácil porque julgamos que essas características não são defeitos, julgamos que elas são essenciais à nossa segurança e que abandoná-las é perigoso, impensável, mas são os nossos medos e o nosso ego que nos impedem de ver a realidade.

 

(Claro que o holofote e o álcool são acontecimentos, situações que são, normalmente, dolorosas.)

 

Por vezes, este trânsito leva as pessoas a tomarem decisões más que lhes trarão infelicidade no futuro, parece que estão a viver muito bem o trânsito mas estão-se a iludir, seja por ego ou por medo. O seu teste era vencerem determinada «tentação» (sem qualquer conotação religiosa) mas falham redondamente - casam por motivos errados, têm filhos por motivos errados, mudam de emprego por motivos errados, etc.

 

Por fim, há os sortudos que estruturaram brilhantemente as suas vidas, venceram o medo e o ego e estão totalmente preparados para efectuarem as mudanças necessárias, para esses este trânsito representa o estruturar de algo que já lhes é natural... ai, a inveja...

 

Convido os cépticos a analisarem os 29 anos de quem conhecem ou os seus , e assim termino dizendo que até gosto de ti pá (Saturno), mas acho que estou um bocadinho aquém das tuas expectativas para mim.

 

(Prometo nunca mais escrever um post tão longo.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Sayuri às 22:56


1 comentário

De Fatima a 04.08.2009 às 09:34

Pois é pá, ele no fundo até é bonzinho e tal... talvez mas eu não gosto muito que me deitem álcool nas feridas. Toma lá Saturno
Fora de brincadeiras, post muito esclarecedor amiga
Beijinhos

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031